Geral

Redação do Gterra, 28/07/2010 às 19h57min

Mãe conta que estava dormindo quando o filho fez vídeo um erótico com amiga

Imagens de adolescente fazendo strip-tease pela web ganharam repercussão

Edição Gterra



A mãe do adolescente de 16 anos que fez junto com outra adolescente um vídeo de strip-tease divulgado na internet contou à reportagem do R7 que o filho aproveitou o momento em que ela dormia no quarto com a porta fechada para gravar as imagens com uma câmera e mostrá-las na rede. O vídeo ganhou repercussão e foi exibido até em canais de TV.

- Ele não sabia que uma brincadeira poderia ganhar tamanha dimensão e nem imaginava que a brincadeira poderia ser considerada um crime virtual.

As cenas foram transmitidas pelo site Twitter, que permite a transmissão de vídeos ao vivo pela rede, na madrugada de segunda-feira (26). Os dois jovens, que vivem em Porto Alegre (RS), não chegaram a ter relações sexuais, mas o vídeo mostra partes íntimas do corpo da garota, também de 16 anos. Segundo a mãe do menor, eles perderam um jogo na internet e, como parte de uma aposta, fizeram o vídeo erótico.

- Ele [o adolescente] contou para mim que outros usuários pediram para eles fizessem sexo, mas eles não aceitaram. Eu fiquei chocada com tudo o que aconteceu, porque o guri é caseiro, não bebe e nunca usou drogas. Ele é só meio malandro, namorador.

A mulher mora sozinha com o filho e conta que os vizinhos ficaram sabendo do caso e passaram a olhar a família de maneira diferente. Nesta terça-feira (26), a polícia chamou os adolescentes e os pais para prestar depoimento. Eles foram liberados horas depois e serão convocados pelo Ministério Público para prestar esclarecimentos sobre o caso. A mãe conta que o garoto ficou doente depois da repercussão que teve o vídeo.

- Ele ainda não saiu da cama. Está adoentado depois do que aconteceu.

Mesmo assim, o jovem já apagou as páginas que tem em comunidade de relacionamentos (como Orkut e Facebook) e pretende ficar longe, pelo menos por um tempo, do Twitter. A mãe disse que irá ficar mais próxima do filho durante o tempo que ele estiver em frente ao computador, mas não vai impor restrições a ele.

- Até então, achava que ele usava o MSN ou o Orkut. Mas agora vou ficar mais de olho. Ele é um adolescente bem informado e vai ter que reconquistar minha confiança de novo.






Fonte: R7

Comentários (0)


Formulário Comentário  

Deixe seu comentário




 


 


 





OBS: Todos os campos marcados com * (asterisco) são de preenchimento obrigatório!