Polícia

Redação do Gterra, 22/02/2011 às 09h36min

Janeiro registra 54 assassinatos na região metropolitana de São Luís

Desses crimes 36 foram cometidos com uso de arma de fogo

Foto: Junior Foncinha José Wilson foi executado com tiros e bala dentro de sua casa
José Wilson foi executado com tiros e bala dentro de sua casa
Edição Gterra


POR WELLINGTON RABELLO

Após minucioso levantamento, a reportagem do Jornal Pequeno constatou que durante todo o mês de janeiro, deste ano, foram registrados 54 assassinatos na região metropolitana de São Luís, entre homicídios e latrocínios (roubo seguido de morte). As informações foram obtidas por meio do livro de ocorrências do Instituto Médico Legal (IML) e de coberturas em alguns locais em que os crimes foram cometidos.

Os 54 assassinatos foram distribuídos em regiões distintas da Ilha de São Luís, não tendo um bairro com maior número de registros, a maioria das comunidades totalizou dois crimes, entre elas estão o São Francisco, Sá Viana, Mocajituba/Maioba, Vila Vicente Fialho, Maracanã, Bairro de Fátima, São Raimundo, Santo Antônio, Vila Flamengo, Vila Brasil, Coroadinho e Maiobão. No mês passado, o Bairro da Liberdade, que sempre figura como um dos mais violentos, apareceu com apenas um homicídio.

Entre as vítimas, 45 são homens, três foram mulheres e seis adolescentes. Das vítimas do sexo masculino, uma era homossexual, João Pereira dos Santos, 45 anos, morta asfixiada com um lençol, em sua residência na Vila Vicente Fialho.

Em 36 dos assassinatos foram utilizadas armas de fogo, em 10 armas brancas; dois foram cometidos com uso dos dois tipos e seis houve a utilização de outros meios, como pedaços de paus e pedras.

Segundo o livro de registro do IML, o primeiro dia do ano foi marcado por cinco homicídios, sendo dois em bairros próximos, Ponta d’Areia e Ilhinha. As vítimas foram Danilo Anderson Ferreira, 20 anos, morto na Praça do Sol – Ponta d’Areia; e Alexandro da Silva, 23 anos, assassinado na Rua 14 – Ilhinha.



Durante o mês de janeiro, um dos crimes que teve grande repercussão foi o assassinato de José Wilson Rodrigues da Costa, conhecido como “Urso”, 33 anos. Ele foi morto dentro da quitinete onde morava em plena luz do dia, por volta das 12h, de uma quarta-feira (26), na Rua da Paz – Vila Magril, zona rural de São Luís.

De acordo com informações colhidas no local, os autores do crime teriam invadido a residência da vítima para praticar a execução. José Wilson foi morto com requintes de crueldade e foram usadas arma de fogo e arma branca, sendo que ele apresentava cinco cortes na mão esquerda, um corte abaixo da orelha esquerda, duas perfurações de faca no peito esquerdo e direito e um tiro na cabeça.




Fonte: Jornal Pequeno

Comentários (1)

  • EU SEI Q ESTÁ POR DETRAS DESSAS MATANÇAS.MAS NÃO POSSO FALAR, SE FALAR , MORRE. SO SE Q É POLICIAS Joao Neto NETO, Bacabeira-MA - 26/04/2011 às 11h17min

Formulário Comentário  

Deixe seu comentário




 


 


 





OBS: Todos os campos marcados com * (asterisco) são de preenchimento obrigatório!