Política

Redação do Gterra, 14/02/2017 às 16h31min

Wellington estuda parceira para aprimorar ressocialização no sistema prisional

Foram apresentadas ao governador experiências positivas de outros estados como Santa Catarina e Paraná.

Foto: Ccom Wellington estuda parceira para aprimorar ressocialização no sistema prisional
Wellington estuda parceira para aprimorar ressocialização no sistema prisional
 Edição: Gterra

O governador Wellington Dias reuniu-se, nesta terça-feira (14), com o ex-vice-governador de Tocantins, Tom Lyra; o presidente da Empresa Nutri Saúde, José Dionísio Franco; e com o diretor da Montesinos Sistemas de Administração Prisional, Valério Franco. O objetivo do encontro foi tratar de uma possível parceria com as empresas para que se possa aprimorar a política de ressocialização de internos e egressos do sistema prisional do Piauí.

Também participaram da reunião o secretário de Estado da Justiça, Daniel Oliveira; o superintende da Secretaria de Estado da Fazenda, Antônio Luís; e a assessora estratégica para Investimentos, Lucile Moura. “São duas empresas que possuem experiências positivas em outros estados, como Santa Catarina e Paraná, voltadas à ressocialização de pessoas que cumprem regime fechado, semiaberto e aos egressos do sistema prisional. Eles nos apresentaram modelos que funcionam bem em outros locais e vamos dialogar sobre a sua implantação no estado”, pontuou Dias.

Um dos modelos expostos, que chamou a atenção do governador, é voltado para a criação de empreendimentos, onde os detentos produzem e ofertam para o Estado. “Seria o caso de montar, por exemplo, uma minifábrica dentro do presídio, garantindo que o Estado adquira o que for fornecido dentro do sistema prisional, tais como fardamentos e roupas hospitalares, o que reduzirá custos para a sociedade”, esclareceu o secretário da Justiça.

De acordo com o gestor, atualmente, o Estado possui cerca de 700 internos trabalhando dentro dos presídios. A maior parte dos detentos atuam na área de cozinha, limpeza, horta, dentre outros afazeres. “Estamos sempre tentando buscar ações e parcerias para o bem comum do Piauí e que acrescentem na questão da ressocialização, pois acreditamos que esse é o melhor caminho”, destacou Daniel Oliveira.

Outro ponto que preocupa o governador são as vagas de empregos para os egressos do sistema prisional. “Nos interessamos também por uma modelagem que reforce as políticas para aqueles que saem da prisão e têm dificuldade de voltar ao mercado de trabalho. Há a necessidade de uma integração entre setor privado e público para garantir que essas pessoas tenham oportunidades aqui fora. As nossas equipes dialogarão a respeito das sugestões e espero que tenhamos bons resultados”, finalizou Wellington.




Fonte: Ccom

Comentários (0)


Formulário Comentário  

Deixe seu comentário




 


 


 





OBS: Todos os campos marcados com * (asterisco) são de preenchimento obrigatório!