Saúde

Redação do Gterra, 14/04/2011 às 11h21min

Casos de crianças que nascem com HIV preocupa Sesapi

Os dados foram apresentados nessa quarta-feira (13), no auditório da Escola Fazendária.

Foto: Reprodução Casos de crianças que nascem com HIV preocupa Sesapi
Casos de crianças que nascem com HIV preocupa Sesapi
Edição: Gterra

O aumento nos números de casos de crianças que nascem com o vírus HIV tem preocupado a Supervisão de Doenças Sexualmente Transmissíveis (DST), órgão ligado à Secretaria da Saúde (Sesapi).

Os dados foram apresentados nessa quarta-feira (13), no auditório da Escola Fazendária, durante o segundo dia do Seminário Territorial para Monitoramento dos Indicadores de Saúde 2010/2011.

De acordo com a supervisora de DST da Sesapi, Sandra Cunha, os indicadores do Ministério da Saúde permitem até 0,93% de incidências de bebês que contraem o vírus através da mãe, mas o Piauí, atualmente, apresenta um quadro de 2,8%, quase o triplo do permitido.

Sandra Cunha explica que o aumento dos casos se dá, muitas vezes, por simples comodismo das mães, de não buscar a tempo o teste pré-natal e também por falta de ações mais enérgicas dos municípios voltados para a importância de se fazer este exame.

“Temos que controlar este triste quadro e isso só é possível colocando mais campanhas nas ruas para que as mães atentem do perigo da transmissão vertical, que é essa transmissão repassada ao bebê. Se o vírus é identificado previamente, a probabilidade de a criança ser contagiada diminui, porque aplicamos o remédio AZT evitando com mais rigor a contaminação”, frisa.

Outra medida que deverá ser adotada é a disponibilização do teste rápido, que fornece o resultado em 30 minutos, sendo possível reduzir as chances de transmissão do vírus da mãe para o filho de 40% para menos de 1%, graças a ajuda de medicamentos utilizados mediante a detecção do HIV o mais cedo possível.

Além dos indicativos das doenças sexualmente transmissíveis, o seminário levou ainda discussão junto aos municípios do conjunto de ações de vigilância em saúde, que tem como exemplos, o controle de endemias, cumprimento de metas vacinais, saúde da mulher e redução da mortalidade infantil.





Fonte: Ccom

Comentários (0)


Formulário Comentário  

Deixe seu comentário




 


 


 





OBS: Todos os campos marcados com * (asterisco) são de preenchimento obrigatório!